Celebrações Dominic Family

2 anos do Dominic

November 3, 2014

IMG_5475

Nosso caçulinha completou 2 anos ontem. Entrei em trabalho de parto na noite de Halloween. As crianças tocando a campainha para o “doce ou prenda” e dentro de casa eu vomitando os bofes e urrando de dor por causa das contrações. Chegou enorme, cabeludo e chorão. Dois anos depois a gente ainda faz piada disso, do quanto ele é resmungão. Resmunga o tempo todo e por tudo, parece um veinho. rsrsrs.

Começou a falar muito cedo. Fala tudo embolado, mas já forma frases e faz perguntas. Butterfly é “Buffly”, Banana é “Bana”, Finger é “Fingo” e tudo que é muito (alto, baixo, longe, grande, apertado) é “Too Big”. Se derruba comida no chão, fala “Oh, no, baby mess”. E chora pelas coisas mais bobas. Se não posso dar colo, se ele perde a mantinha, se a gente tira o sapato do pé dele, ele chora. Parece que está sendo espancado, super dramático. rs

É muito grudado comigo, está sempre atrás de mim. Às vezes tropeço nele na cozinha porque quando me viro pra pegar alguma coisa ele está sentado no tapete, perto do meu pé. Se vou ao banheiro, ele pega um brinquedo, senta do lado de fora e ali fica até eu abrir a porta. Acha que meu colo é só dele. Fica bravo se eu der colo para o Oliver. Como colo é algo que não nego para meus filhos, fico com os dois pendurados em mim, cada um numa perna, um empurrando o outro e os dois chorando porque querem exclusividade. Eita, nóis. rs

Tem pavor de estranhos, é super tímido. Quando vem gente aqui em casa ele não desce do meu colo nem a pau. Com o tempo, até acostuma com a pessoa, desde que ela não tente segurá-lo. Mas é engraçado que esse comportamento só se manifesta na minha presença. Se eu estiver por perto ninguém pode ralar nele. Quando não estou, ele vai no colo da pessoa num boa. Estranho, já que nunca fomos frescos com eles e sempre deixamos que outras pessoas os segurassem.

IMG_3269

Adora banana. “More bana, more bana”, pede direto. E não nega o sangue mineiro porque ama um queijinho. Não é muito chegado a carne, o negócio dele é carboidrato. Adora comer e enquanto come mal levanta a cabeça. Fica totalmente concentrado na comida. É independente, gosta de comer sozinho, não deixa que a gente o ajude. Detesta o babador. Ainda se suja muito ao comer. Mas ele come com prazer e isso que importa.

A relação com o irmão mais velho é muito especial. Apesar da pequena diferença de idade entre eles, o Oliver é uma espécie de modelo para o Dominic. Imita o irmão em tudo, quer estar sempre perto dele. E se por um lado o Oliver às vezes não quer dividir brinquedos e brincadeiras com ele, por outro, às vezes ele não quer que o irmão o beije e abrace tanto, porque criança também precisa de espaço de vez em quando.

IMG_2760

Desde que nasceu, anda pra cima e pra baixo com uma mantinha (como que fala “receiving blanket” em português?) na mão. Eu coloco 3 desses para lavar todo dia, porque ele sempre precisa ficar esfregando um paninho no rosto e eu fico trocando para ele não usar sempre o mesmo. Além da mantinha, também está sempre agarrado a “Bah”, uma ovelhinha de pelúcia que ele adora. Ama livros e quando quer que lemos um para ele, coloca o livro na nossa mão e senta no nosso colo. Muito bonitinho.

Ele é todo dengoso. É um menininho muito doce que adora beijos, cachorros, borboletas, bichos de pelúcia e sapatos. Gosta de imitar macaco, subir nos móveis e quebrar as coisas. rs. Ama Curious George, banhos de espuma e brincar no balanço. Mas é danado. Quando fica bravo vai se esconder atrás dos móveis, da cortina, embaixo da mesa. Não fica agressivo, mas foge da gente e vai chorar escondido. Ninguém pode ralar. Depois volta e pede colo. rs

Todo mundo o chama de “Baby”. O Oliver começou com isso e pegou. Quando o Dominic faz alguma trapalhada, Oliver fala, sacudindo a cabeça: “He’s just a baby”. Acho que ele vai ser sempre nosso bebê, porque é assim que o vemos. Ele é grande e forte para a idade, mas o jeito e o comportamento são de bebê ainda. Um bebezão muito fofo. Às vezes esqueço que ele está crescendo tão rápido e que daqui a pouco não teremos mais um baby em casa.

IMG_2895

Quando fiquei grávida do Dominic, o Oliver tinha apenas 3 meses, naquela fase em que estamos nos conectando com nosso bebê, sentindo aquele amor imenso, aquela conexão intensa e tendo a certeza de que jamais conseguiremos nutrir amor maior por ninguém mais. Mas eis que chega o segundo filho e você descobre que o amor não fica menor, nem sequer é dividido, mas que em vez disso, se multiplica e continua inteiro. Amor inteiro por um, amor inteiro por outro.

Mamãe te ama, Ursinho. Um amor imenso. E inteiro. Só seu.

You Might Also Like

  • Mari November 3, 2014 at 12:48 PM

    Linda sua mensagem.Você escreve de uma forma cativante, muito legal mesmo!

    Parabéns para o ursinho!

  • Eloise November 5, 2014 at 4:58 AM

    Parabéns Eli, ou melhor dizendo parabéns Dominic, nao passei mais cedo para desejar os parabéns pois estava viajando. Que venham muitas coisas boas na vida desse menino esperto. Bjs

  • Camila November 6, 2014 at 2:56 AM

    Parabens Dominic!!! Gatao!

  • Franco November 8, 2014 at 4:40 PM

    Congratulations Birthday Boy!

  • Aline November 12, 2014 at 3:45 PM

    Parabéns para o Dominic!

    • Feisty Eli November 28, 2014 at 9:41 PM

      Obrigada, Aline!

  • rose November 23, 2014 at 6:33 AM

    Eli, parabens ao Oliver e ao Dominic ❤

    • Feisty Eli November 28, 2014 at 9:36 PM

      Obrigada, Rose. Beijo

  • Lúcia Soares December 1, 2014 at 12:50 PM

    Lembrei-me no dia, mas não me lembrei de vir aqui, acredita?
    Muitas alegrias sempre, para o Dominic. Agora, efetivamente, aos 2 anos, deixou de ser um baby, mas para nós sempre serão!
    Deus o abençoe muito, com saúde e paz.
    Ele é lindo e exatamente um bebê comum, com suas manias, seus choros, seus arroubos, querendo o colo da mamãe, quando ela está por perto. Isso é amor, é aconchego.
    Beijinho no dominic.

    • Lúcia Soares December 1, 2014 at 12:51 PM

      Desculpe, falha na letra maiúscula: Dominic.
      rs
      Beijo em você também, Eliane.